A ELITE BRANCA BRASILEIRA

Se você é brasileiro, ligado em política – independente da sua posição – já ouviu essa expressão. Dizem que eleitores do Aécio (PSDB) são Elite Branca, liberais são Elite Branca, olavetes são Elite Branca, enfim, tudo relacionado à direita (reacionária ou não) é Elite Branca, mas afinal, o que é Elite Branca? Quem a compõe? Nas próximas linhas, tentarei dissertar a respeito colocando a minha opinião sobre como o termo é proferido por mim e meu ponto de vista para apontar quem pertence a essa classe, não social, mas populacional.
O primeiro passo é definir o que é a Elite Branca. No meu ver esse pessoal é, digamos “membro de uma ceita”, ou seja, Elite Branca não é uma classe social, muito menos racial, isso significa: você pode ser pobre e negro, se seguir o que pensa a Elite Branca, você pertence a Elite Branca, sem mais.
Mas como apontar quem pertence à Elite Branca? Ok. Vemos que no mundo virtual hoje as maiores e mais escandalosas declarações de posição política acontecem nas redes sociais, principalmente no Facebook. Dentro dessas discussões, seja entre opiniões adversas ou internas em posições políticas há exaltações e nelas conseguimos distinguir a Elite Branca: normalmente se vitimiza e se coloca como escrava do Estado malvadão, baseia seus argumentos em um ideal capitalista extremista conservador (ecxessão de poucos), apoia, sem arredar o pé, a tão famosa meritocracia (mesmo que a mesma não se aplique à sua classe social) e a teoria do vitimismo esquerdista e o principal, se comporta como uma oposição incapaz de aceitar a derrota.
A Elite Branca tem seus líderes mais notórios e figuras mais famosas, mas deixaremos elas para os próximos parágrafos, nesse eu gostaria de tratar de suas visões de mundo (claro, fui a muitas páginas [sérias] de membros da Elite Branca para tal pesquisa) desse pessoal. Normalmente eles se comportam como àqueles que querem falar, se calam, porém não escutam na vez do outro, ou seja, a Elite Branca quer ter voz, mas não presta atenção nos argumentos de outros direitistas, dos centro e dos esquerdistas. A Elite Branca “sempre está certa”. A Elite Branca “é a favor da família e dos bons costumes. A Elite Branca é “protetora da democracia” (vimos bem isso na passeata para pedir o impeachment da presidenta Dilma) e “da ordem”. A Elite Branca crê friamente na teoria de que existe uma Nova Ordem Mundial e os mesmos estão determinados a acabar com as democracias do planeta, cujos integrantes vão de Dilma Rousseff, passando pelo Príncipe Charles até Barack Obama (se eu não me engano, o Papa Francisco também está nessa). A Elite Branca, por mais pobre que seja, acredita que todos tem chances iguais de se dar bem na vida e que se alguém é bandido é assim por livre e espontânea vontade, ou seja, ele podia estar fazendo artesanato na praia, mas decidiu explodir caixa eletrônico.
A Elite Branca só possui uma divergência escandalosa: Há Elites Brancas religiosas extremistas e não extremistas (ou até ateias). Os extremistas acreditam que todos que não forem Elite Branca são contra as leis de Deus e querem instalar uma ditadura cubana comunista ateu-gayzista no país. Os mais “suaves” ou mesmo ateus apenas maneram nos seus argumentos quando se trata da parte gayzista, apenas.
Os membros desse grupo gostam de exaltar, e isso é muito importante, pois realmente acontece, que são de direita e usam muito a frase “luto por um país mais justo, com menos impostos e menos corrupção” (aí vem aquela parte onde eu disse que a Elite Branca se faz de surda quando algo é dito sobre ela que ela não concorde). A Elite Branca, em sua maioria acredita que o PT é incompetente duas vezes, isso significa, é incompetente em julgar os processos de corrupção de outros partidos e é incompetente de não ser como os outros partidos (mais especificamente DEM e PSDB) e conseguir jogar sua corrupção para debaixo do tapete. A Elite Branca possui plena fé de que são mais instruídos do que os não-Elite Branca e se manifestam, em sua maioria, como pessoas que seguram a onda e falam bonito até certo ponto (visto nos debates eleitorais desse ano as respostas de Aécio Neves a Luciana Genro quando perguntado sobre o Aeroporto de Cláudio).
Etimologicamente falando, o temo “elite” é dado ao grupo que representa o que há de melhor, quando se coloca o termo “branco” (no feminino, branca), você associa esse pseudo “melhor” a um fenótipo, ou seja, o homem branco, mas o termo extrapola essa razão, pois Elite Branca não é o homem branco, é o homem que pensa como o homem branco. Vê-se isso naquele rapaz entre 16 e 28 anos que saiu da favela e comprou uma casinha no centro (me referindo agora a Campinas, minha cidade), assina o Correio Popular ou o Estado de SP, lê periodicamente matérias publicadas na Veja online, comprou parcelado seu smartphone Apple ou Samsung, frequenta o shopping às sextas, mas detesta o movimento que para ele é “rolezinho”, estudou a vida inteira em escola pública e conhece as adversidades, mas acha que todo aquele que defende cotas é porque não se esforçou como ele e assim por diante.
A Elite Branca possui alguns líderes e figuras-chaves, farei um compilado em ordem de “importância” dos seus membros:
– Lobão (músico)
– Rodrigo Constantino (economista e colunista da revista – também Elite Branca – Veja)
– Aloysio Nunes (senador e vice de Aécio nas eleições pelo PSDB)
– Kim Kataguiri (vlogger)
– Danilo Gentili (“Comediante”)
– Olavo de Carvalho (pseudo-filósofo)
– Família Bolsonaro (sério, não dá pra colocar apenas um, vai a trupe inteira)
– Silas Malafaia (Pastor chefe da ADVC)
– João Revolta (dono do canal reacionário TV Revolta)
E por último, não menos importante, mas bem escondido atrás de seu partido, Aécio Neves (candidato à presidência derrotado – alguém avisa ele que ele perdeu, por gentileza).
Esse top 10 da Elite Branca representa aqueles mais famosos, os que “dão a cara à tapa” e se expressam com mais voracidade tanto na TV como nas redes sociais. Então você me diz “mas aí só tem gente branca e rica, você não disse que a Elite Branca era composta de várias etnias e classes sociais?”… EXATAMENTE! São nessas pessoas que gente de outras etnias e classes sociais (principalmente os classe média) se espelham, é como o supracitado: Elite Branca é todo aquele, homem ou mulher, independente de sexualidade, situação financeira e etnia, que age e pensa como o homem branco “padrão” capitalista. Quando Lobão, em uma entrevista para a TV Veja disse que se orgulharia de sair com uma camisa escrito “100% Elite Branca”, ele expressa a opressão, é como alguém sair com uma camisa “100% heterossexual” ou “100% branco”, não se pode confundir o discurso do opressor com o do oprimido. “Nossa, mas como assim a Elite Branca é opressora?” Opressora no sentido ideológico, ou seja: ou é o que pensamos, ou está tudo errado. Ou nós ganhamos as eleições ou queremos a saída do candidato eleito. Ou Bolsonaro e Ghiraldelli vão presos, ou não vai ninguém. Deu pra entender?
A Elite Branca é antiga, seu último grande ato – fora as passeatas de impeachment – foi a grande marcha da família com Deus, a mesma que ajudou a desencadear a Ditadura Militar, essa que é muito bem vista pela Elite Branca, onde segundo alguns membros “não era um período de medo dos militares, era um período de respeito onde, se houve algumas mortes, não foi porque era uma ditadura cruel”.
Devemos temer a Elite Branca? Por hora não, eles são uma organização ainda em formação e é impossível de extingui-los, mas é preciso ficar alerta, gosto de fazer uma associação da Elite Branca com o método de ensino islâmico, onde a lavagem cerebral é muito grande a rápida, pois é visto que os argumentos da Elite Branca para a maioria dos assuntos são limitados (e por isso boa parte já entra na famosa ignorância).

Eu mesmo tenho amigos Elite Branca, uns se assumem e outros ainda acham que só estão lutando por um país melhor e sem comunismo – ou sem socialismo… Sim, esqueci de dizer que a Elite Branca não sabe diferencia-los – onde o livre mercado possa atuar e onde a meritocracia prevaleça e as instituições aparelhadas por esse governo autoritário sejam privatizadas gerando assim mais lucro e fazendo essa economia crescer mais que a dos nossos amigos comunistas Chineses e mimimi mimimi mimimi. É a velha história de que toda senzala quer ser  Casa Grande, mas nenhuma Casa Grande quer abrir as portas da senzala.

la_ca_1018_django_unchained.

Vemos nessa imagem o modelo mais próximo da Elite Branca que eu consigo, com minha experiência lhes mostrar. Stephen e Calvin Candie, personagens antagonistas do filme Django Livre (Quentin Tarantino, 2013). A senzala se transformando na Casa Grande. Essa foto representa – e muito bem – a Elite Branca nacional neo fascista.

Advertisements

6 thoughts on “A ELITE BRANCA BRASILEIRA

  1. Pingback: 15.03.2015 | 50SON ~

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s