FERNANDO HOLIDAY?

Hoje (sexta, 30/01), estava eu passeando pelas páginas do Facebook quando me deparo com um vídeo de um rapaz negro que fala sobre cotas… Pois bem, vamos assistir:  OLOOOOOOCO! (video aqui)

Ele se apresenta como Fernando Holiday, blogueiro, já tem certa popularidade nas redes sociais e milita em favor da Elite Branca… PUTZ! Eu ia deixar para depois, mas acabei comentando agora.

Os que me conhecem sabem que eu sou um defensor implacável do livre direito de expressão dos idiotas… E que comentários mais esdrúxulos o rapaz ousou usar. Para ele, debater cotas se separa entre petistas e anti-cotas. Ou pior, o argumentum coxinha-master “quem defende cotas é racista”.

Realmente esse Fernando não mostrou a que veio, fraco em argumentos e ignorante político, ele deixou sua cabeça sofrer a ação da Elite Branca sem dó nem piedade.

Confuso com esse papo de Elite Branca? clique aqui e leia meu post sobre a pior classe do Brasil e aqui para ver minha opinião sobre cotas.

Gostaria de saber como ele vê a discrepância nos números de alunos negros e brancos nas universidades públicas e que ele refute essa afirmação: MÉRITOCRACIA É HEREDITÁRIA. ( entenda mais esse termo lendo “Meritocracia, uma lenda urbana” no Blog do Diego Quinteiro).

Existem inúmeros fatores para afirmar que o Brasil SIM é um país racista, mas cotas? wtf!? Uma política de inclusão social, respeitada no mundo inteiro não tem como ser racista… mas na cabeça de uma pessoa que pensa assim:

feministas

… podemos esperar tudo.

Não podemos simplesmente usar casos isolados como fator dentro da defesa ou da negação das cotas… Não se constroem políticas públicas vendo caso por caso, pois exceções a regra existem em tudo.

Como eu havia dito, sou defensor da livre expressão dos idiotas e não quero em hipótese alguma que Fernando seja calado. Eu quero que as pessoas estudem e parem de dar ouvidos a ele, é diferente. E se caso o Fernando estiver lendo. O convido amigavelmente para um debate sobre cotas, ao contrário de você infelizmente não consegui entrar em nenhuma universidade, portanto estarei livre para ir até São Paulo, se assim desejar. Mas se for online eu prefiro.

vai ter pretx cotista sim! e se reclamar, vai ter dois!

vai ter pretx cotista sim! e se reclamar, vai ter dois!

Boa Noite.

OBS: FAQ’s nos comentários… respondo todos, claro, com respeito.

Advertisements

14 thoughts on “FERNANDO HOLIDAY?

  1. Mas é claro que você é a favor da livre expressão dos idiotas pois você é mais um idiota. O mais engraçado é que você não refutou nada do que o autor do vídeo disse.

    Liked by 1 person

  2. Eu sou contra o sistemas de cotas baseando na cor da pele, e penso que qualquer pessoa de bom senso ou com o mínimo de raciocínio lógico tbm. Afinal ser negro não lhe define como excluído de oportunidades ou os senhores acham que os filhos do juiz Barbosa são necessitados? E excluídos? Pois bem já eu branco que mal posso ir ao sol sem ter queimaduras, mas que tive de acordar as 4:00 da manhã todos os dias para trabalhar e pagar minha universidade e dormir as 23:30 após a aula; que estudei a vida toda em escola pública; sou considerado privilegiado perente o sistema de cotas por ter pouca incidência de melanina. Muito bem estão de parabéns! Eu defendo cotas por nível social seja vc negro, branco, azul, amarelo até alienígena!

    Like

    • concordo com sua opinião, mas a logica das cotas não pode trabalhar com exceções a regra. o caso dos filhos do Joaquim Barbosa, por exemplo, são 1 em um milhão… o sistema não pode trabalhar com cada caso isolado, ou seja, ele agrupa um amontoado de fatores e julga viável ou não. eu tenho consciência que existem brancos pobres também e apoio cota social, mas foi criado um rebu tão grande em cima das raciais que foi necessária a luta em prol delas. ou seja, existem sim pobres de todo Brasil lutando pelas cotas sociais, mas eles são ofuscados pela luta dos negros justamente pois os negros foram os que sofreram mais. e sofreram mesmo, não vamos usar eufemismos, por mais que um branco italiano pobre tenha vindo morar aqui no Brasil, quando o voto foi liberado, por exemplo, ele votava e o preto não.

      Like

  3. Já que cotas são necessárias elas deveriam ser por renda.Simples.Você questiona a argumentação do cara mas o máximo que conseguiu foi “essa elite branca”.O que eu mais vi na página dele foram comentários de negros sendo racistas com o cara porque ele não seguia a mesma doutrinação deles.Ninguém é obrigado a seguir aquilo que vocês acreditam.

    Like

  4. Cotas deviam ser por classe social, qual a lógica de um preto rico ter cotas? Tem pobre branco também, você se acha melhor que alguém pra ter mais direitos? Um dia não irá mais existir brancos, seremos todos mestiços, pense nisso. Diretos iguais para todos.

    Like

    • “um dia não irão existir mais brancos”… poético, mas cadê a veracidade? apoio cotas sociais e as acho muito importante, mas vem comigo: vc tem um negro de classe média alta (B) e um branco “pobre” (C ou D) e ambos vão procurar um emprego – esquece agora a faculdade – , é claro que a aparência vale muito, mas para quem vc acha que o chefe vai olhar primeiro? – contando quem ambos estão dentro dos padrões de beleza aceitáveis -. Temos por aí várias revistas de moda, quantos negros você vê nas capas? vamos lá… de 2 edições mensais, 24 anuais, teremos sorte se acharmos 2 negrxs nas capas. Se tem uma senhora passando na rua com uma criança e um branco passa = normal. se a mesma coisa acontece com um negro é muito provável que a senhora segure a mão da criança com mais força, além de deixar sua bolsa bem colada ao corpo. isso não é vitimismo, é realidade. racismo não vê dinheiro ou classe social. além do mais, vc cita a lei dos direito iguais, mas esquece da lei da isonomia: tratar os desiguais na medida de sua desigualdade. eu bem que queria que não fossemos (negros) desiguais, mas somos, é fato. dos 7,1% de desempregados (em idade de serviço) no brasil, 70% são negros. apenas 12% dos negros ocupam cadeiras nas universidades públicas do país e ao mesmo tempo, apenas 14% dos brancos ocupam nas escolas públicas de ensino fundamental e médio. vê a discrepância? tomara que agora sim.

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s