FERIADO DE PLAYBOY E A FARSA DO VITIMISTA

“Eu, como um jovem negro, pobre e homossexual, não vou me vitimizar”

Foram as palavras do agora vereador – quem diria! – Fernando Holiday em novembro de 2015, enquanto seus amigos acampavam nos gramados de Brasília após uma espécie de Colunas Prestes da direita delirante em prol do golpe.

As palavras de Holiday ainda soam na minha cabeça, não apenas essas, mas todos seus discursos intransigentes e beligerantes ao longo desses dois anos. Desde seu primeiro vídeo ao MBL sobre as cotas raciais eu fui percebendo como se deu o surgimento dessa caricatura que agora ocupa uma cadeira na câmara da capital. Vejamos, brasileiros, os paulistanos colocaram  um negro, gay e pobre na política… que vai ajudar o também eleito prefeito Dória – o playboy – a acabar com a secretaria LGBT e de igualdade racial.

Poderia muito bem ficar nessa pequena superficialidade e ainda completar com “e ainda foi eleito pelo DEM, um partido imundo de corruptos – mas não aqueles que ele deseja combater”. Quando no meu texto “Em dia de eleição tem Feriado suspeito” comentei que seriam necessárias “novas caras” para terminar o serviço de extinguir o PT e demonizar a esquerda, me referia justamente àqueles que supostamente foram os grandes líderes das massas – anencéfalas – que foram às ruas clamar pelo golpe. Holiday se elegeu com esse slogan e não por menos mais sete membros do MBL se elegeram em capitais e outras grandes cidades, sempre por partidos menores da direita, porém igualmente corruptos – sempre é bom lembrar: o MBL não clama pelo fim da corrupção da direita -.

Talvez o buraco seja mais embaixo e essa eleição de Holiday na capital demonstre algumas – já gritantes para uma parcela da esquerda – hipocrisias desse sujeito, que não visa o bem público, pois bem, como ele adora salientar, apenas do indivíduo, no caso, ele mesmo (ou talvez não). Holiday é negro, homossexual e pobre, como ele mesmo se define, estuda em uma universidade pública (bom, na verdade ele só se inscrever no curso, mas ok), possui todos os “ingredientes” para ser considerado por um velho branco ranzinza dos Jardins, um comunista destruidor da família. Mas o que levou esse nosso segundo personagem a votar em Holiday? Suas propostas? Ou talvez seu discurso vitimista anti-vitimista?

Calma, não fique confuso. Se pararmos para analisar o discurso de Holiday podemos ver que, quando se trata de minorias sociais ele se divide em três atos, no primeiro ato, Holiday disserta sobre uma esquerda – que ele ousa generalizar – cujos representantes não desejam o fim da luta de classes, pois é a luta de classe que faça com que eles tenham voz. No segundo ato, ele se engaja em dissertar como seria lindo se todo aquele discurso esquerdista tivesse mesmo um resultado prático, porém que as palavras são lindas, mas são apenas palavras, então ele se utiliza da perversidade e tenta demonstrar como o desejo por melhorias sociais dos esquerdistas está gerando pioras sociais. Em seu terceiro ato, ele se engaja na sua proposta para a solução desses problemas, que sempre passa pela retirada do Estado da situação, independente da necessariedade disso ou não. Esse estilo ancap é o que cativam os ouvidos dos desatentos e simpatizantes de Holiday, pois é um discurso simples, sai sempre como uma ideia comum, numa mesa de bar “Olha lá, quanta secretaria bacana pra cortar! Pra que preto e viado precisa de secretaria, somos todos iguais, não é mesmo?!” E como a cereja do bolo, Holiday de vez em quando ainda solta aquele quando eles veem um negro homossexual que subiu aqui pelos votos da direita eles veem como eu sou rejeitado dentro da esquerda, esses petistas não querem o bem dos negros e LGBTs, eles querem o bem deles mesmos para fechar seu discurso, claro que não nessas palavras, mas quer melhor explicação que essa?

feriado

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s